Páginas

8/31/2010

Voluntários mirins







Trabalhos voluntários atraem crianças para ações sociais
A fundação hospitalar oncologica pediatrica de santa Catarina conta com, mas de 100 voluntários ativos entre eles temos um grupo de voluntários mirins
Eles são umas gracinhas...
Amo vocês...

8/30/2010

MOTIVOS DE AMOR E SUPERAÇÃO


Quando decide ser voluntaria da fhopsc já tinha passado muitas experiências, como filha de paciente oncologico e como mãe de paciente oncologico.
Como filha aprendi que a dor alimenta a sabedoria humana, o crescimento interno, crescemos com a dor do próximo forram lutas intermináveis, e dores indiscutíveis...
Como mãe foi um desafio constante, todos os dias na luta pela vida
Conheci famílias e pacientes inesquecível que me ensinaram, mas uma vez que o amor ao próximo é um alimento indispensável para o ser humano... ninguém vive só...
Pode perceber as necessidades de políticas de saúde, e políticas humanas e com isso levantei uma bandeira quem ama a vida trabalha por ela.
Dedicou-me o Maximo de tempo possível em prol desta construção, tão sonhado hospital oncologico pediátrico, venho me preparando todos os dias para o ato de amar o próximo e me graduando no ato do trabalho voluntario.
Tenho certeza que com a união de todos os catarinenses essa corrente há de crescer cada dia mas, e nosso sonho passe a ser uma realidade.
O projeto da FHOPSC se baseia na construção do hospital contendo como meta:
Tratamento paliativo
Transplante de medula óssea
Cirurgias
Atendimento odontológico
Atendimento psicológico
Entre tantos outros benefícios direcionados a os pacientes oncologicos
Também esta incluída neste projeto a casa de apoio ao paciente oncologico
Onde haverá atendimento ao paciente e familiar de paciente oncologico 24 h por dia
Incluindo:
Pedagogia
Assistencialismo
Curso profissionalizante
Políticas de saúde
Assistente social
E todos os projetos necessários para o andamento desta casa de apoio
Por isso tudo relatado aqui que todos os dias de minha vida venho e vou lutar por este projeto que só tem a beneficiar as crianças e jovens catarinenses que tanto precisam de um tratamento digno diante de um diagnostico de um câncer.



contato com DANIELA/





coordenadora das voluntarias fhopsc

DANIELA BELTRAMI SILVEIRA

RELATOS DE GABRIELA


Sou voluntaria FHOPSC, por que sou amiga da vida, devido a um impulso solidário, dedico parte de meu tempo, a esta transformação social, que irar atender às grandes necessidades das crianças oncologica, trazendo um bem estar interior originado do prazer de servir a quem precisa comprometida com a ética e meus deveres cívicos. É um sentimento de solidariedade e amor ao próximo aliado com a importância de sentir-se socialmente útil.

Gabriela Luiza Beltrami.

8/29/2010

relato de uma voluntaria


O principal motivo que me levou ser voluntária na Fhopsc, foi à experiência que tive em família. Só quem já passou por situação semelhante sabe o quanto é precário o atendimento nessa área e o quanto nos sentimos impotentes perante a mesma. Com o intuito de mobilizar recursos, energias e competências é que decidi somar forças em prol da construção deste hospital que hoje é utopia, mas em breve será realidade. Para mim está sendo uma experiência prazerosa, espontânea e gratificante. E será muito mais quando vermos o resultado de nossos esforços realizados. Até lá meninas! Bjs selanira pollmann
Contato com SELANIRA/ selapoll@hotmail.com

convite de uma voluntaria FHOPSC


Todos nós podemos ser voluntários...

Você nunca pensou em ser um voluntário?

Pois bem, essa hora chegou e sabe porque?

Porque ser voluntário é uma forma de doar sua energia e sua criatividade, ganhando em troca contato humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas novas e acima de tudo a grande satisfação de ser útil na luta de um bem maior.

A função do voluntário não é a de tampar buracos e nem de compensar carências, mas sim de contribuir para ajudar pessoas em dificuldades, resolver problemas que beneficiaram a muitos e melhorar a qualidade de vida das pessoas de nossa sociedade.

Quando eu me comprometo em ser um voluntário estou assumindo um compromisso de lutar por um mundo melhor e também de me tornar um ser humano melhor, pois rompo com o meu egoísmo e saio em luta por um objetivo grande e que possa fazer outros seres humanos mais felizes também.

O voluntário recebe sorrisos, carinho e gratidão, o que compensa cada minuto em que se trabalha duro para melhorar a vida de outras pessoas.

Não a dinheiro que te traga maior satisfação pessoal do que saber que você fez e faz a diferença.

É por isso que a Fundação Hospitalar Oncológica Pediátrica de Santa Catarina conta com você na grande luta para a construção do Centro de Referência Oncológico Pediátrico em nosso estado.

Venha ser um voluntário em nossa Fundação.

Venha fazer a diferença na luta por uma vida mais digna para as crianças catarinenses que sofrem com o câncer infantil.

Como voluntário você pode e vai vencer esse desafio.
IVONE CABRAL DOS SANTOS
Contato com IVONE/ivonati@yahoo.com.br

8/26/2010

ALMOÇO ENTRE AMIGOS 22/08/2010 UM SUCESSO





Neste ultimo dia 22/08/2010 foi realizado o segundo almoço entre amigos, onde compareceram, mas de 500 pessoas entre elas estavam algumas autoridades municipais e estaduais e também o prefeito de são Jose Djalma Berger.
As atrações foram muitas incluindo toro mecânico, cama elástica, piscina de bolinhas, bazar das voluntarias entre outras atrações.

8/16/2010

SECRETÁRIO FELIPE SCHMIDT


Memórias e Fatos
SECRETÁRIO FELIPE SCHMIDT

O jovem e inteligente Prefeito de Penha, Evandro Eredes
Dos Navegantes, soube muito bem escolher o titular para sua mais nova assessoria de governo. Criou a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e nomeou o experiente Felipe Schmidt para administrá-la.
O incansável Felipe levou seus planos aos quatro cantos do município, reunindo o empresariado, profissionais liberais e os representantes de classe, com o objetivo de preparar a estrutura para a possível demanda de crescimento, notória no município de Penha. Inclusive colocando-se à disposição completando o Segundo Grau com estudos no Instituto estadual de educação e no Colégio Antonieta de Barros. Além disso, tem curso de Licenciamento Ambiental Municipal – Amfri/Furb. Ensino Correto no Trabalho – SESC/SENAC. Relações Humanas no Trabalho – SESC/SENAC. Liderança no trabalho – Centro de Treinamento S.F. BESC. Curso de Gerenciamento – Centro de Treinamento S.F. BESC. Foi Chefe de Departamento de Serviços Gerais; Chefe de divisão; Consultor de Recursos Humanos; Assistente; Chefe de Seção; Chefe de Setor; Escriturário; Sistema Financeiro BESC de 1975 a 1989.
Depois de completar seu tempo de Serviço no BESC, escolheu o Município de Penha para morar. Por sua experiência, viu o potencial da região e logo procurou integrar-se ao meio político e social do lugar. Trazendo na bagagem o cargo de Membro da Executiva Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro – que é desde 2003 e Presidente do Diretório Estadual do PTB de Santa Catarina, também em 2003 passou a presidir o Diretório do PTB no município de Penha, reeleito em 2005 até 2008. Secretário Geral do Conselho Municipal de Turismo de Penha desde 2004. Coordenador Geral do Plano Diretor do Município de Penha – 2006/2007. Diretor de Indústria e Comércio do Município de Penha – 1º de março de 2005 a 28 de fevereiro de 2006. Secretário Municipal de Planejamento desde 1º de março de 2006 até final de 2008. Integrando a coligação Força da Renovação, assumiu a Assessoria de Gabinete do Prefeito Evandro Eredes dos Navegantes em 1° de janeiro de 2009, passando a assumir a recém-criada Secretaria do Desenvolvimento Econômico de Penha.
Como vimos o moço não é fraco... Incansável, está numa luta que é uma verdadeira maratona para fazer ciente a população dos objetivos desta importante Secretaria. Percorre todas as comunidades, reunindo o povo para expor os seus planos e dar sentido de preparação para um crescimento da população que é inevitável pela grande perspectiva de progresso no município e região. Sobretudo, organizar-se para receber benefícios que venham contribuir com a demanda especialmente da mão-de-obra profissional, condição de moradia e uma vivência digna para todos.
Para melhor desenvolver os projetos, Felipe Schmidt divulga o Plano de Desenvolvimento Sustentável (PDS) que aborda 12 itens primordiais em sua Pasta:
1. Crescimento Populacional. 2. Campanha para atrair novos moradores fixos. 3. Condição para o Estabelecimento de Empresas. 4. Desenvolvimento e Capacitação Profissional. 5. Infra-estrutura e Segurança Pública. 6. Convênios com SEBRAE, SESC, SENAC, SENAI, EPAGRI. 7. Linha de Crédito. 8. Reforma da Lei de Incentivo Fiscal. 9. Instituição da Lei IPTU progressivo. 10 Impacto e Conseqüências do Crescimento. 11. Cronograma de Reuniões com o Empresariado Local. 12. Adequação do Distrito Industrial.
Além de tantos trabalhos realizados por seu FELIPE SCMIDT ERÁ TAMBEM UNS DOS MENBROS DA FUNDAÇÃO HOSPITALAR ONCOLOGICA PEDIATRICA DE SANTA CATARINA ONDE VESTIU A CAMISA SEM MEDIR ESFORÇOS.
FALECEU NO DIA 12/08/2010 VITIMA DE CANCÊR FATAL.
SEU FELIPE SCMIDT UM VERDADEIRO AMIGO DA VIDA.....
FICA A SAUDADE.....
VOLUNTARIOS FHOPSC

os impactos do cancêr na familia

Os impactos que um câncer trás para a família

De um modo geral a convivência com o câncer não é fácil tanto para o paciente quanto para a família.
O câncer não afeta somente o paciente, mas sim todos a sua volta são muitos os impactos sociais na família principalmente dos cuidadores direto do paciente tais como a depressão perda de perspectiva de vida, problemas financeiros em muitos casos o cuidador precisa abandonar o emprego para se dedicar ao paciente, há um rombo inevitável no orçamento familiar, desgaste físico problemas no relacionamento afetivo.
O cuidador de um paciente da oncologia tem papel fundamental no tratamento do paciente, o cuidador tem que procurar conhecer a doença pesquise sobre o câncer visite sites na internet, os tratamentos e suas conseqüências, físicas e emocionais, converse com os especialistas e os psicólogos, participe de grupos de apoio
Isto pode ajudar muito na hora de dar esse suporte ao paciente
O cuidador deve incentivar o paciente a continuar com seus hábitos, desde que sejam saudáveis, como a leitura, o lazer, esportes, e também a continuar as atividades da casa abservando, porem suas limitações e nunca abandonar seus estudos.
A tarefa de quem cuida de um paciente da oncologia é grande exige muito esforço físico e emocional, e é muito importante que o cuidador não se esqueça também de se cuidar.
O estresse da doença toma conta de todos, e é essencial manter a calma para poder ajudar o paciente

leucemia

Leucemia
O que é leucemia:
A leucemia é caracterizada pela produção excessiva de células brancas anormais superpovoando a medula óssea
A leucemia se desenvolve na medula óssea a qual produz três tipos de células sanguíneas:
-células vermelhas que contem hemoglobina
-células brancas que combatem infecções
-plaquetas que auxiliam na coagulação do sangue.

Leucemia Conhecida como a doença do sangue branco
Sintomas da leucemia:
Falta de plaquetas no sangue as quais são importantes na coagulação do sangue, isso significa que pessoas com leucemia podem sangrar excessivamente.
Anemia deficiência das células vermelhas
Dores nos ossos e nas articulações essas dores são causadas pela infiltração das células leucêmicas nos ossos.
Dores de cabeça, náusea, vômitos, visão dupla e desorientação são causadas pelo comprometimento da SNC
A suspeita do diagnostico é reforçada pelo exame físico.
O paciente pode apresentar palidez, febre, aumento no baço, e sinais decorrentes da tranbocitopenia tais como sangramentos nasais, hemorragias conjuntivas, sangramentos gengivais petequias (pontos violáceos na pele)
E equimoses manchas roxas na pele.

Na analise laboratorial o hemograma estará alterado, porém o diagnóstico é confirmado no exame de medula óssea. (mielograma)

8/11/2010

como ser um voluntario fhopsc

Como ser voluntário fhopsc
Qualquer pessoa pode ser voluntária, independente do grau de escolaridade ou idade, o importante é ter boa vontade e responsabilidade
O que é ser Voluntário
Segundo a Lei 9.608 de 18/02/1998, o serviço voluntário é o trabalho não-remunerado realizado por pessoas físicas, sem gerar nenhum tipo de vínculo empregatício, Obrigações trabalhistas ou previdenciárias.
O vocábulo voluntário significa: vontade, querer, boa vontade, querer com muito gosto, amor ao próximo, solidariedade, etc.Um voluntário é aquele que está disposto a olhar o próximo, importar-se com ele e fazer algo de bom por ele. Motivado por valores de solidariedade, doa seu tempo, trabalho, recursos e talento para uma causa de interesse social.
De maneira participante e consciente, o voluntário torna-se um transformador do seu meio e poderá possuir diferentes graus de comprometimento:
Ações mais permanentes, que requerem voluntários com habilidades para exercer funções específicas
Ações esporádicas ou pontuais, que não exigem experiência prévia e são determinadas pela durabilidade dos projetos.Os voluntários podem contribuir de diversas maneiras: abordando novas idéias, executando tarefas, exercendo funções de liderança e multiplicando esforços.
Descubra seu talento e torne-se um voluntário agora mesmo!
Mande um e-mail para voluntariasfhopsc@yahoo.com.br
E faça parte desta família a qual o maior objetivo é a construção do hospital oncológico pediátrico de santa Catarina.